Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/277
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorOliveira, Alan Clécio Bezerra de-
dc.date.accessioned2019-08-16T16:10:31Z-
dc.date.available2019-08-16T16:10:31Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, A. C. B. Produção e caracterização elétrica de termistores NTC de Manganato de Níquel (NiMn2O4) por vias distintas. Monografia (Licenciatura em física) - Instituto Federal de educação, ciência e tecnologia do sertão pernambucano, Campus Salgueiro, Salgueiro - PE, 41f., 2015.pt_BR
dc.identifier.urihttp://releia.ifsertao-pe.edu.br:8080/jspui/handle/123456789/277-
dc.descriptionTrabalho de Conclusão de Curso apresentado a Coordenação do curso de Licenciatura em Física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, campus Salgueiro, como requisito parcial à obtenção do título de licenciado em Física.pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho tem como objetivo a síntese e caracterização de dispositivos NTC 9negative Coeficiente Temperacture) à base de Manganato de Níquel. Os termistores NTC têm como principal característica o decaimento exponencial de sua resistência com o aumento da temperatura. Para a síntese manganato de níquel, foi utilizado pós oriundos de duas rotas de produção visando a obtenção de nanopartículas: o processo Sol-Gel Proteico e o Pechini. Os óxidos obtidos podem ser nano estruturados, já que as técnicas de sínteses aplicadas permitem a obtenção obtemos partículas nanométricas. No método Sol-Gel Proteico utilizamos água de coco que é o agente precursor polimérico, já Pechini utilizamos etileno glicol como agente polimerizante. As cerãmicas de manganato de níquel foram sinterizadas em diferentes temperaturas (900, 1000, 1200 °C) para ambas rotas de sinterização. A caracterização dos óxidos foi feita com o auxílio das técnicas de análise térmica diferencial (DTX), análise termogravimétrica (TG), difratometria de raios-X (DTX), microscopia eletrônica de varredura (MEV), medidas de densidade e resistência elétrica do manganato de níquel. Os resultados mostraram que os métodos Sol-Gel Proteico e Pechini foram eficientes na obtenção dos óxidos, do manganato de níquel, que em geral apresentaram um comprtamento NTC. Os resultados obtidos mostraram que o manganato de níquel obtidas a partir dos pós produzidos via Sol-Gel proteico apresentaram os maiores valores do coeficiente B obtidos. As cerâmicas de manganato de níquel sinterizadas a 1200°C apresentaram menos resistividade a temperatura ambiente da ordem de...pt_BR
dc.subjectNano partículaspt_BR
dc.subjectTermistores NTCpt_BR
dc.subjectManganato de níquelpt_BR
dc.titleProdução e caracterização elétrica de termistores NTC de Manganato de Níquel (NiMn2O4) por vias distintaspt_BR
Appears in Collections:Licenciatura em Física (Campus Salgueiro)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

Admin Tools