Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/440
Title: Danos de Aceria guerreronis Keifer (Acari: Eriophyidae) associado a produção de água de coco
Authors: Barbosa, Laise Guerra
Keywords: Entomologia
Ácaros
Coqueiro – Cultura
Água de coco
Issue Date: 2017
Citation: BARBOSA, L. G. Danos de Aceria guerreronis Keifer (Acari: Eriophyidae) associado a produção de água de coco. TCC (Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Petrolina Zona Rural, Petrolina - PE, 2017.
Abstract: A cultura do coqueiro (Cocos nucifera L.) possui grande diversidade de utilização, como alimento e matéria prima para indústria dos mais variados ramos. No Brasil, a região Nordeste é a maior produtora, destacando-se o estado da Bahia como maior produtor e Pernambuco com maior rendimento em frutos por hectare. A variedade verde anã é mais utilizada comercialmente para obtenção da água de coco, mercado em expansão no Brasil. O ácaro da necrose do coqueiro, Aceria guerreronis, consiste em uma das principais pragas dessa cultura, ocasionando perdas significativas em todas as regiões produtoras, de acordo com o nível de infestação apresentado. Objetivou-se com esse estudo avaliar a influência dos danos causados pelo ácaro A. guerreronis na produção de água de coco da variedade verde Anão. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com nove tratamentos e cinco repetições, totalizando 45 unidades amostrais. Os tratamentos constaram de frutos com diferentes níveis de danos causados pelo ácaro da necrose do coqueiro. As variáveis analisadas foram: albúmen líquido (mL), espessura do albúmen sólido (mm) e peso fresco de albúmen (g). A partir dos dados obtidos de albúmen líquido em cada tratamento estimou-se a produção (L/ha) e a perda financeira de cada tratamento em relação ao tratamento controle. Frutos com 48 e 70% de danos causados pelo A. guerreronis apresentaram redução de albúmen líquido. A espessura do albúmen sólido não foi influenciada pelos tratamentos. O peso fresco do albúmen sólido de frutos com 70 % de danos apresentou uma redução de aproximadamente 75% em relação a frutos sem infestação. A produção estimada de frutos sem danos foi de 56.331 mil litros/ha. A diferença de rentabilidade comparada a frutos sem danos foi de, aproximadamente, R$ 16 e 39 mil reais para frutos com danos de 48% e 70%, respectivamente.
Description: Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Petrolina Zona Rural, como requisito parcial para obtenção do título de Engenheiro Agrônomo.
URI: http://releia.ifsertao-pe.edu.br:8080/jspui/handle/123456789/440
Appears in Collections:Bacharelado em Agronomia (Campus Petrolina Zona Rural)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.