Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/442
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorRodrigues, Cássia Laliana Castro-
dc.date.accessioned2019-09-16T13:15:19Z-
dc.date.available2019-09-16T13:15:19Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationRODRIGUES, C. L. C. Uso de bioestimulante em sementes de feijão capui. TCC (Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Petrolina Zona Rural, Petrolina - PE, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://releia.ifsertao-pe.edu.br:8080/jspui/handle/123456789/442-
dc.descriptionTrabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Petrolina Zona Rural, como requisito parcial para obtenção do título de Engenheiro Agrônomo.pt_BR
dc.description.abstractDiversos estudos no Brasil têm mostrado que o feijão caupi é cultivado durante todo o ano, principalmente nas regiões onde é utilizado o sistema de irrigação. Este fato pode ser justificado pela importância das sementes para a agricultura, visando melhorar o desempenho na produção. O uso de reguladores de crescimento na fase de germinação pode melhorar o desempenho das plântulas, acelerando a velocidade de emergência e realçando o potencial das sementes de várias espécies, com isso objetivo do trabalho foi o estudo diferentes concentrações de bioestimulante na qualidade fisiológica de sementes de feijão caupi. Com este intuito o trabalho foi realizado no Laboratório de Produção Vegetal, localizado no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Petrolina Zona Rural, Petrolina-PE, onde as sementes de feijão caupi foram submetidas a diferentes concentrações do bioestimulante Raiza® composto por extratos de algas, proteínas hidrolisadas, ureia e água, indicado para promover o desenvolvimento da raiz nas fases iniciais do cultivo. Os experimentos foram divididos em experimento I onde as sementes depois de submetidas às concentrações de 0, 25, 50, 75 e 100% em períodos de embebição de 0, 3 e 6 horas foram avaliadas quanto ao potencial germinativo e experimento II onde as sementes foram submetidas às concentrações de 0, 25 e 50 %, sem período de embebição e avaliadas com relação ao índice de velocidade de emergência e desenvolvimento inicial de plântulas. Neste contexto, observou-se na presente pesquisa que, não houve influência negativa do bioestimulante Raiza® no potencial germinativo das sementes de feijão caupi, embebidas por zero e três horas. No entanto, houve um comprometimento no desempenho inicial das plântulas submetidas às concentrações de 25 e 50%, com tempo de embebição de zero horas. Não sendo, portanto, recomendado o uso deste produto em sementes de feijão caupi, nas condições em que o estudo foi realizado.pt_BR
dc.subjectBioestimulante em sementespt_BR
dc.subjectFeijão-capuipt_BR
dc.subjectSementespt_BR
dc.titleUso de bioestimulante em sementes de feijão capuipt_BR
Appears in Collections:Bacharelado em Agronomia (Campus Petrolina Zona Rural)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - USO DE BIOESTIMULANTE EM SEMENTES DE FEIJÃO CAUPI.pdf694,23 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.