Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/394
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSantos, Raquel Pricila-
dc.date.accessioned2019-09-09T12:56:48Z-
dc.date.available2019-09-09T12:56:48Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationSANTOS, R. P. Potencial inseticida de plantas encontradas na caatinga sobre Ceratitis capitata (DIPTERA: TEPHRITIDAE). TCC (Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia so Sertão Pernambucano, Campus Petrolina Zona Rural, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://releia.ifsertao-pe.edu.br:8080/jspui/handle/123456789/394-
dc.descriptionTrabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Petrolina Zona Rural, como requisito parcial para obtenção do título de Engenheiro Agrônomo.pt_BR
dc.description.abstractAs moscas-das-frutas são consideradas as pragas mais nocivas para a fruticultura devido à sua diversidade de hospedeiros, com restrições para praticamente todos os países importadores. Combatida em escala global, este inseto é conhecido por ocasionar o apodrecimento do fruto, onerando os custos de produção, por aplicações de inseticidas e perdas na produção. A flora da caatinga é rica em recursos pouco estudados e com uma ação ainda pouco conhecida no controle de pragas. Com base nisto, o objetivo desse trabalho foi avaliar o potencial bioinseticida de plantas encontrados na Caatinga para o controle de Ceratitis capitata. Os insetos foram doados pela Moscamed e o material vegetal foi obtido na caatinga, zona rural de Petrolina – PE. Após a seleção, as plantas foram transportadas até o IF Sertão PE Campus Petrolina Zona Rural, onde passaram pelos processos de secagem, moagem e posterior extração com etanol. O experimento foi conduzido em delineamento experimental inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4 x 4, com quatro tratamentos (extratos vegetais etanólicos) em diferentes concentrações de cada tratamento (0,5%; 1,0%, 5,0%, 10%) controle água com tween, e quatro repetições. As pupas foram imersas nas concentrações 0,5, 1, 5 e 10% dos extratos por trinta segundos. Em seguida colocadas na BOD com o fotofase de doze horas na temperatura de 25°C. Foram avaliadas as variáveis insetos emergidos, inibição na emergência dos adultos, insetos inviáveis e mortalidade. Os resultados não apresentaram influência significativa para o número de insetos emergidos, insetos inviáveis e mortalidade. Para a inibição na emergência de adultos verificou-se que o extrato de juazeiro retardou a emergência dos adultos na concentração de 10%. Conclui-se que existe a necessidade de novos estudos a fim de determinar concentrações mais adequadas desse extrato no controle de C. capitata, bem como, a realização de testes em pupas de C. capitata com diferentes idades.pt_BR
dc.subjectMosca-do-mediterrâneopt_BR
dc.subjectExtratos vegetaispt_BR
dc.subjectInseticida naturalpt_BR
dc.subjectControle alternativopt_BR
dc.titlePotencial inseticida de plantas encontradas na caatinga sobre Ceratitis capitata (DIPTERA: TEPHRITIDAE)pt_BR
Appears in Collections:Bacharelado em Agronomia (Campus Petrolina Zona Rural)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.