Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/684
Title: Agentes antibacterianos da caatinga: um estudo fitoquímico e biológico de Lippia grata e Lantana cf. pohliana
Authors: Tavares, Yuri Kelvin Silva Camacho
Keywords: Plantas medicinais
Caatinga
Produtos naturais
Issue Date: 2021
Citation: TAVARES, Yuri Kelvin Silva Camacho. Agentes antibacterianos da caatinga: um estudo fitoquímico e biológico de Lippia grata e Lantana cf. pohliana. TCC (Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Petrolina Zona Rural, Petrolina, PE, 71 f., 2021.
Abstract: As plantas medicinais vêm sendo usadas pelos seres humanos como os principais agentes curativos desde a medicina antiga, e esse uso reflete até os dias de hoje. O Brasil é considerado um país rico em biodiversidade, tanto no âmbito da flora, como da fauna. A Caatinga é um local altamente propício para estudos químicos e farmacológicos das espécies vegetais. Entretanto, estudos voltados para as espécies do bioma são muito limitados a citar, Lippia grata Schauer um arbusto, que pode medir entre 1-3 m de altura cuja distribuição é dada em todo nordeste brasileiro, e Lantana pohliana é um arbusto que pode atingir entre 1-3 metros e no Nordeste está distribuída nos estados de Pernambuco, Paraíba, Sergipe e Bahia. Assim, objetivou-se com este trabalho realizar um estudo fitoquímico do extrato etanólico bruto das espécies Lippia grata Schauer. e Lantana cf. pohliana Schauer e suas atividades biológicas. Para tanto, as espécies foram coletadas no IFSertaoPE, campus Zona Rural, secas, pulverizadas e os extratos etanólicos brutos obtidos por sonificação seguido de destilação em evaporador rotativo. Posteriormente, cada extrato foi submetido à triagem fitoquímica, ensaios in vitro de atividade antioxidante (DPPH e β-caroteno), fenóis totais, flavonoides totais, toxicidade preliminar frente à Artemia salina, fingerprint por CLAE-DAD bem como ensaios de atividade antibacteriana frente à cepas de Staphylococcus aureus e Aeromonas hydrophila. As principais classes identificadas pela triagem fitoquímica em ambas espécies foram triterpenos e esteroides. Lippia grata apresentou teores consideráveis de fenóis e flavonoides totais, moderada atividade antioxidante, e alta atividade antibacteriana frente aos patógenos testados. O método cromatográfico utilizado possibilitou a identificação do flavonóide naringenina na espécie L. grata. Conclui-se que Lippia grata e Lantana cf. pohliana são espécies promissoras e de elevado potencial antibacteriano, entretanto sugere-se que estudos mais aprofundados sejam realizados.
URI: http://releia.ifsertao-pe.edu.br:8080/jspui/handle/123456789/684
Appears in Collections:Bacharelado em Agronomia (Campus Petrolina Zona Rural)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.