Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/841
Title: Análise da comercialização de frutas na CEASA de Juazeiro/BA (mercado do produtor) em 2020 com pandemia
Authors: Gomes, Danilo da Silva
Keywords: Frutas
Comercialização
CEASA
Pandemia Covid 19
Issue Date: 2022
Citation: GOMES, Danilo da Silva. Análise da comercialização de frutas na CEASA de Juazeiro/BA (mercado do produtor) em 2020 com pandemia. TCC (Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Petrolina Zona Rural, Petrolina, PE, 37 f., 2022.
Abstract: O Brasil é um dos maiores produtores de frutas do mundo, grande parte dessas frutas é comercializada no mercado interno através de centrais de distribuição. Devido à dimensão territorial do Brasil e a heterogeneidade das regiões, as centrais atacadistas de distribuição (CEASA), são fundamentais para promoção da segurança alimentar no país. Esses centros são necessários em todas as regiões brasileiras e principalmente em regiões de polos produtivos, como é o caso da região do Vale do São Francisco, como por exemplo, o Mercado do Produtor de Juazeiro na Bahia. Porém, o comportamento mercadológico de frutas comercializadas nos diferentes e principais centros de abastecimento (CEASA’s) podem ter sofrido dificuldades e/ou implicações comerciais, devido ao surto epidemiológico causado pela Covid-19. Neste contexto, este trabalho tem por objetivo realizar um levantamento de dados da variação de volume e preço médio de frutas comercializadas no mercado do produtor (CEASA/Juazeiro) no período de 2019 a 2020. O estudo apresenta característica descritiva e qualitativa, como também caráter bibliográfico. Os dados utilizados foram obtidos do: PROHORT, AGROSTAT, CEPEA, IBGE, MAPA, COMEXSTAT e outros. Diante de todos os dados reunidos conclui-se que houve diferença no preço médio e quantidade de frutas comercializadas no CEASA de Juazeiro, no período de 2020 versus 2019. As maiores altas em valores foram observadas na goiaba e mamão, já as maiores baixas foram observadas no Mamão Hawai e Coco verde. Os maiores aumentos de quantidades foram oriundos das seguintes frutas: mamão e abacate. E as maiores reduções de quantidades foram observadas nas seguintes frutas: caju e acerola. Analisando entre 2019 e 2020 os preços médios da manga e uva, observa-se que a manga caiu para 9,77%, já a uva aumentou 15,08%.
URI: https://releia.ifsertao-pe.edu.br/jspui/handle/123456789/841
Appears in Collections:Bacharelado em Agronomia (Campus Petrolina Zona Rural)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.