Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/857
Title: Efeitos do ethephon e dos aminoácidos sobre a coloração e qualidade da uva ‘BRS Vitória’ cultivada em Petrolina-PE
Authors: Silva, José Nailton Mariano
Keywords: Viticultura
Uva de mesa
Manejo de maturação
Issue Date: 2022
Citation: SILVA, José Nailton Mariano. Efeitos do ethephon e dos aminoácidos sobre a coloração e qualidade da uva ‘BRS Vitória’ cultivada em Petrolina-PE. TCC (Bacharelado em Agronomia) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, Campus Petrolina Zona Rural, Petrolina, PE, 35 f., 2022.
Abstract: A viticultura apresenta peculiaridades a depender da região de cultivo e é influenciada por fatores edafoclimáticos, época de colheita, ciclo de produção, cultivares copa e porta-enxerto, tratos culturais e foco do mercado. Considerando que atualmente há uma maior preocupação com a sustentabilidade do planeta e com a qualidade dos alimentos ingeridos, devendo estes ser livres de resíduos contaminantes, a utilização de produtos biológicos começa a ganhar um maior espaço no mercado. Diante disse, esse trabalho foi desenvolvido com o propósito de contribuir na disponibilização de alternativas de manejo de maturação da uva de mesa produzida no Submédio do Vale do São Francisco, onde o manejo convencional através do uso de reguladores de crescimento é largamente utilizado. O experimento foi conduzido em Petrolina-PE, com o objetivo de avaliar os efeitos do ethephon e dos aminoácidos sobre a coloração e qualidade da uva ‘BRS Vitória’. O trabalho foi constituído por dois tratamentos, T1 - EthrelⓇ 720 - Regulador de crescimento cujo ingrediente ativo é o ethephon e T2 - BioSeaⓇ - hidrolisado biológico à base de crustáceos rico em aminoácidos. Não houve diferença estatística entre os tratamentos quanto aos teores de sólidos solúveis, relação SS/AT, tamanho, massa e diâmetro de bagas, comprimento e massa de cachos, firmeza e coloração da bagas. Houve diferença estatística no parâmetro acidez titulável, onde o T2 obteve um maior valor. Os resultados obtidos no trabalho mostram que o BioSeaⓇ (T2) pode ser utilizado como uma alternativa ao uso de EthrelⓇ 720 (T1), principal produto usado no Submédio do Vale do São Francisco para maturação de uvas, principalmente quanto à uniformização da coloração de bagas.
URI: https://releia.ifsertao-pe.edu.br/jspui/handle/123456789/857
Appears in Collections:Bacharelado em Agronomia (Campus Petrolina Zona Rural)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.