Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/627
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSilva Junior, Edmilson Pereira e-
dc.date.accessioned2021-01-30T16:32:50Z-
dc.date.available2021-01-30T16:32:50Z-
dc.date.issued2020-
dc.identifier.citationSILVA JUNIOR, E. P. Unidade didática para o ensino das práticas corporais de aventura no ensino médio integrado. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), Instituto Federal de educação, ciência e tecnologia do sertão pernambucano, Campus Salgueiro, Salgueiro - PE, 114f., 2020.pt_BR
dc.identifier.urihttp://releia.ifsertao-pe.edu.br:8080/jspui/handle/123456789/627-
dc.description.abstractEste trabalho teve como objetivo principal elaborar, desenvolver e avaliar uma Unidade Didática para o ensino das Práticas Corporais de Aventura (PCA) no Ensino Médio Integrado. Essa é uma pesquisa de campo, com abordagem qualitativa e do tipo descritivo exploratória. A coleta das informações se deu mediante a aplicação de questionário semiestruturado e através das observações feitas pelo pesquisador. Para a análise e interpretação dos dados foi utilizando as técnicas de Análise de Conteúdos Temático proposto por Bardim (2004; TAHARA, 2017). Participaram da pesquisa 71 alunos do ensino médio integrado. O produto educacional foi desenvolvido em sete aulas. A pesquisa mostrou que uma grande quantidade de alunos considerou importante a inclusão das PCA nas aulas de educação física do ensino médio integrado, onde busca por novas experiências foi o argumento mais utilizado para engajamento nas atividades. Identificou-se que a maioria dos alunos nunca tiveram experiências anteriores com as práticas corporais de aventura. Foi quase unanime os alunos que gostaram das atividades propostas pelo produto educacional. As sensações sentidas durante as PCA, segundo os alunos, foram: vertigem; euforia; alegria; prazer; entusiasmo; aflição; nervosismo; cansaço; e em maior quantidade a adrenalina o medo e a aventura. A maioria dos indivíduos relatou não ter existido nenhuma dificuldade ou obstáculo durante a realização das aulas, e os que citaram existir foram em relação a falta de equilíbrio, à altura e a falta de condicionamento físico. Pode-se afirmar que as metodologias utilizadas foram avaliadas positivamente pelos alunos, mostrando-se favorecer um melhor aprendizado e intencionalidade de participação dos indivíduos. As atividades que os alunos mais gostaram foram a trilha interpretativa e em segundo lugar o arvorismo. A maioria dos alunos relataram não precisar ser feitas mudança nas metodologias utilizadas e os que sugeriram foi para aumentar a carga horária das aulas. Pode-se avaliar que a proposta de Unidade Didática de PCA ocorreu de forma positiva, tendo grandes contribuições pedagógicas para a educação física e para a formação dos educandos, podendo ser tematizada e aplicada pelos professores de educação física no ensino médio integrado.pt_BR
dc.subjectPráticas de aventurapt_BR
dc.subjectUnidade didáticapt_BR
dc.subjectEducação Profissional – Ensino médio integradopt_BR
dc.titleUnidade didática para o ensino das práticas corporais de aventura no ensino médio integradopt_BR
Appears in Collections:Programa de Pós-graduação em Educação Profissional e Tecnológica em Rede Nacional (ProfEPT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
UNIDADE DIDÁTICA PARA O ENSINO DAS PRÁTICAS CORPORAIS DE.pdf2,29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.